SÍMBOLOS

Representação

A bandeira municipal é construída de um retângulo de fundo branco com desenho em forma de cruz inspirado na bandeira britânica, a Union Flag que está estampada em cerca de 17 países e estados-membros da comunidade britânica na Oceania, África do Sul, Canadá e Havaí, sendo este, estado dos EUA. Em lugar das cores vermelho, azul e branco da bandeira britânica, a de Araporã ostenta o amarelo, o azul e o branco.

Vale lembrar que a formação da Union Flag decorre da junção das cruzes de São Jorge (bandeira da Inglaterra), de Santo André (bandeira da Escócia) e de São Patrício (bandeira da Irlanda).

No centro de nossa bandeira, uma figura em forma de taça com a abertura voltada para cima com uma haste de cana com três gomos e quatro folhas à esquerda de um fruto de algodão maduro e aberto, no seu interior, sendo o fundo branco. A cana é de cor verde e o algodão tem a pluma branca e a base e o caule amarelos, com um detalhe vermelho.

Embaixo da figura central, cruzando nos dois sentidos, dois ramos de café na cor verde e com contornos em preto cingem as laterais (direita e esquerda) da taça curvando-se alguns centímetros acima da parte superior (borda).

Sobre a figura central, cobrindo o seu vértice inferior e parte dos ramos de café, sobrepõe-se um listel de golos, contendo em letras maiúsculas pretas o topônimo ARAPORÃ-MG.

A não oficialização do símbolo criado pela Comissão Pré-Emancipação e as circunstâncias em que a nova proposta foi aprovada, geraram especulações e descontentamento na hostes políticas contrárias ao poder dominante da época.

Prevaleceu o novo símbolo, que também guarda incrível semelhança com a antiga banceira do vizinho município de Itumbiara. Por ocasião das comemorações do Centenário de Itumbiara (2009), os símbolos oficiais daquele município foram todos alterados por iniciativa do prefeito daquela cidade. Desapareceu, então, a semelhança entre as bandeiras dos dois municípios.



Bandeira de Araporã

O brasão

Objeto da mesma lei que criou a bandeira do município (Lei nº 369/00, de 16/12/1999), foi instituído o brasão das armas de Araporã, mediante criação do ex-funcionário público municipal Teriovaldo Donizete Ferreira Marques.

Sua composição resulta do ajuntamento de símbolos representativos do município da seguinte forma:

Brasão de Araporã

Ao centro, um círculo primário dividido em três partes, estando a primeira, ao alto, ocupando metade do círculo, onde aparece o sol ornado por 4 raios justapostos sobre a metade superior de sua coroa, na cor dourada e fundo branco. No centro do sol, um triângulo vermelho ocupando 2/3 da extensão da coroa, lembrando a bandeira do Estado de Minas Gerais.

No terço inferior esquerdo do círculo, a figura de um boi branco sobre fundo verde-escuro simboliza a pecuária do município e no terço restante, a figura de uma torre elétrica sobre fundo verde-claro lembra que o município é produtor de energia elétrica.

Sobre o círculo central, outro círculo com fundo azul, no qual estão inscritas 16 estrelas sem nenhuma referência conhecida.

Embaixo, cruzando nos dois sentidos, dois galhos verdes, um de milho, outro de cana de açucar sobem até o alto, por fora do círculo, ligados em cima por dois ramos de algodão que se fecham entrelaçando seis flores, sendo as plumas brancas, as bases dos frutos marrom e as folhas verdes. O pé de milho (da direita) apresenta dois detalhes amarelos, as espigas dois pés de milho na cor verde, com detalhes em amarelo. Circundando a metade inferior do círculo, de lado a lado da figura, um listel de golo aparece acima do cruzamento dos pés de milho, cobrindo parte deles. Nas extremidades, voltadas para baixo, à esquerda, a inscrição "27 de abril", complementada à direita com a continuação "de 1992", e no centro da faixa, a inscrição em letras negras maiúsculas ARAPORÃ.

O hino

Por conta de uma falha no processo de criação dos símbolos, o hino de Araporã não foi contemplado, embora tenha feito parte do edital. Ele não aparece em nenhum registro oficial do município.