Notícia

Imagem destaque notícia ALUNOS DA ESCOLA OLINTHA PARTICIPAM DE PALESTRA SOBRE BULLYNG E EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO JUVENIL

ALUNOS DA ESCOLA OLINTHA PARTICIPAM DE PALESTRA SOBRE BULLYNG E EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO JUVENIL

Prevenção contra o Abuso Sexual Infanto Juvenil e Bullyng na Escola foram os temas discutidos no 1º Seminário Infanto Juvenil “Conectados com a Realidade” realizado pela Secretaria da Educação e Cultura de Araporã e Escola Municipal Olintha de Oliveira Vale que aconteceu no dia 16 de abril. O evento aconteceu no Teatro João Guimarães Rosa e abrangeu mais de 200 alunos do período matutino. Na abertura houve apresentação cultural realizada pelos alunos e professores do Espaço de Música Ermelindo Ferreira Oliveira que também reservou espaço para o conto do livro “Pipo e Fifi”, de Caroline Arcarie.

A primeira palestra foi ministrada pela professora Ana Maria de Miranda, coordenadora do PQV-AE (Prevenção e Qualidade de Vida - Amor Exigente) na Rede Municipal de Ensino de Itumbiara. A palestrante abordou o tema “Prevenção contra o Abuso Sexual Infanto Juvenil”.

Depois da palestra os alunos tiveram a oportunidade de fazer perguntas, esclarecer dívidas e discutir com a palestrante o assunto apresentado.

A segunda palestra abordou o tema “Bullyng na escola – como evitar” e foi ministrada pelo professor Leonardo Martins, da Ulbra. Essa palestra contou com a colaboração dos alunos Gabriel Góis (curso de Direito da Ulbra) e Gabriel Prateado (psicologia da Ulbra) que integram o Projeto Extensão Ponerogênese – Psicopatas da Internet, desenvolvido pela Ulbra.

Para a secretária da Educação e Cultura do município de Araporã “as palestras são um veículo de proteção para crianças e adolescentes, porque levamos conhecimentos para que os alunos possam se prevenir e se defender de todos os tipos de violência. Durante as palestras, as crianças ficam à vontade para narrar casos que acontecem com eles e, nesse momento, nós fazemos a intervenção, para que digam sempre ‘não’ e principalmente, o essencial, que é a denúncia. As crianças têm um direcionamento, para contarem com ajuda da escola em algumas situações como violência sexual, uso de drogas, enfim, os casos que prejudicam nossos alunos”, disse ela.

Combater o abuso sexual e bullyng é uma das prioridades da Secretaria Municipal de Educação que abrange toda rede municipal de ensino, buscando identificar e prevenir esses e diversos outros casos, como violência, violência escolar, violência doméstica, drogas, pedofilia. “Esses assuntos podem interferir dentro da unidade de ensino, na família e na comunidade. Por isso cabe a nós ter um olhar e uma atenção especial para nossos alunos e contribuir para combater esse mal”, finalizou a secretária.

 GECOM – Gerenciamento de Comunicação