Notícia

Imagem destaque notícia ARAPORÃ E ITUMBIARA JUNTAM FORÇAS CONTRA O AEDES AEGYPTI

ARAPORÃ E ITUMBIARA JUNTAM FORÇAS CONTRA O AEDES AEGYPTI

Ação conjunta entre os dois municípios resulta em blitz educativa e panfletagem no Posto Décio

Numa ação conjunta entre os municípios de Araporã e Itumbiara resultou numa blitz contra o mosquito aedesaegypthi. Através das Secretarias de Saúde dos dois municípios, o Departamento de Vigilância Epidemiológica (Araporã) e Superintendência de Endemias (Itumbiara) realizaram na manhã de quarta-feira (24) ação educativa no Posto Décio Beira Rio. A ação contou com abordagem aos caminhoneiros, funcionários do posto e a comunidade para levar as informações preventivas de combate ao mosquito que, além da dengue, pode transmitir outras endemias, como a chikungunya e o zica vírus. Também houve panfletagem.
A ação foi acompanhada pela secretária da Saúde de Araporã, Carla Ferreira de Oliveira; diretora interina da Vigilância Sanitária e Epidemiológica de Araporã, Mirelle Ribeiro; Superintendente de Endemias de Itumbiara, Tom de Oliveira; além da bióloga e gerente da Superintendência de Endemias de Itumbiara, Fernanda Camargo e do supervisor de vendas do Posto Décio, Eduardo Barion; e os agentes de combate à endemias dos dois municípios.
Com a chegada do período chuvoso a Prefeitura de Araporã, através da Secretaria da Saúde, da Vigilância Epidemiológica e Departamento de Endemias intensificou o trabalho de orientação e combate à dengue. Durante todo o ano as equipes realizam trabalho intenso para eliminar possíveis criadouros para o mosquito e levam informações à comunidade sobre a adoção de medidas de combate à dengue.
Mesmo com todas as estratégias adotadas, o município de Araporã registrou até a 42ª semana epidemiológica 112 notificações para dengue. Desse total, 43 casos foram confirmados. Conforme o relatório do Sistema de Informação de agravos e Notificação (SINAN online) - órgão do Ministério da Saúde – o município registrou 38,39% de índice de positividade para dengue.
E com o objetivo de fechar as portas para o mosquito aedes aegypti e suas endemias, a Secretaria da Saúde vem buscando a parceria da comunidade através do trabalho diário dos agentes de endemias que levam informações aos moradores e do monitoramento de residências, quintais, terrenos baldios, comércio, indústria. Além disso, desenvolve ações nas escolas com o objetivo de tornar os alunos multiplicadores das orientações de combate ao mosquito.
Durante a blitz educativa realizada no Posto Décio, a secretária da Saúde parabenizou as equipes de endemias dos dois municípios pelo trabalho conjunto e disse que somente com a participação de todos será possível vencer essa guerra contra o mosquito aedes aegypti. Carla Ferreira também agradeceu à direção do Posto Décio por abrir as portas para ação e juntar forças na campanha intitulada “Aedes – para esse mosquito não existe fronteiras”.

GECOM – GERENCIAMENTO DE COMUNICAÇÃO