Notícia

Imagem destaque notícia DÍVIDAS E REDUÇÃO DE GASTOS SÃO PAUTA DE REUNIÃO ENTRE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS E PREFEITA

DÍVIDAS E REDUÇÃO DE GASTOS SÃO PAUTA DE REUNIÃO ENTRE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS E PREFEITA

O pedido da gestora pública é pé no freio devido a falta de repasses por parte do Estado.

A Prefeita Renata Borges reuniu nesta quinta-feira, 25, os secretários municipais para explicar a real situação da falta de repasses de verbas por parte do Estado de Minas Gerais para com o município de Araporã. 
A dívida com o município de Araporã chega a R$ 6.215.924,22, divididos em verbas do FUNDEB (R$ 1.471.632,76), ICMS (R$ 2.811.057,23), transporte escolar (R$ 810,00) e saúde (R$ 1.891.526,65).
Conforme a chefe do executivo, cortes de gastos serão realizados para o controle e equilíbrio das contas públicas em um momento em que o estado deixa os municípios a mercê da falência. O compromisso com a folha de pagamento e prestadores de serviços serão efetuados conforme a disponibilidade financeira que vai sendo creditada. 
A Prefeita enfatizou que se o Estado estivesse honrando os compromissos com o município a situação não estaria crítica. “A minha avaliação atual é de um estado gravíssimo em nosso município. Agora será necessário tomar medidas drásticas para que a saúde financeira da cidade não piore ainda mais. As medidas adotadas serão a paralisação de obras, rescisões de contratos, cirurgias, exames e paralisação de compras.” disse. 
Ainda segundo a Prefeita a ordem é tirar o “pé do acelerador” e manter os serviços básicos e essenciais, na esperança de uma resposta ou uma previsão do Governo para efetuar o pagamento do dinheiro retido que ultrapassa a casa dos seis milhões de reais.

GECOM – GERENCIAMENTO DE COMUNICAÇÃO