Notícia

Imagem destaque notícia ENDEMIAS ATENDE SOLICITAÇÃO E ORIENTA SOBRE PREVENÇÃO ANIMAIS PEÇONHENTOS

ENDEMIAS ATENDE SOLICITAÇÃO E ORIENTA SOBRE PREVENÇÃO ANIMAIS PEÇONHENTOS

Atendendo solicitação da moradora Dirlene Rodrigues, a equipe técnica da Vigilância Epidemiológica deslocou-se até a Rua I nº 325, no Bairro Zequinha Cachoeira onde a moradora relatou o aparecimento de animais peçonhentos no interior da residência, tais como aranha marrom e aranha-caranguejeira. Em vistoria ao local, os técnicos constataram ambiente propício para a proliferação de animais peçonhentos. O imóvel está cercado por terrenos baldios com mato alto e localiza-se próximo a áreas de pasto e brejo.

É importante salientar que, para uma “praga” se estabelecer em um ambiente, são necessárias algumas condições ideais, como acesso (por onde o animal entrou no ambiente como frestas, vãos, buracos), abrigo (locais onde as aranhas podem se esconder, atrás de móveis, quadros, entulhos), alimento (principalmente insetos) e água.

Aplicando o protocolo sugerido pela Superintendência Regional de Saúde de Uberlândia, da qual Araporã faz parte, a moradora recebeu dos técnicos a orientação de manejo ambiental. Através desse manejo é possível realizar o controle de zoonoses. Para isso é preciso realizar o aceiro (limpeza) e volta da casa, eliminar rachaduras de muro, paredes e piso, manter o quintal sempre limpo, vedar soleira de portas. Também é possível diminuir a incidência dos animais aditando medidas simples como o uso de lâmpadas de vapor de sódio para reduzir a atração de insetos (principal alimento para as aranhas). Essas medidas contribuem também para eliminar outras pragas, peçonhentas ou não.

A moradora assinou o termo de vistoria da equipe técnica e agradeceu pela atenção recebida pela Secretaria da Saúde e do Departamento de Vigilância Epidemiológica.

GECOM – Gerenciamento de Comunicação