Notícia

Imagem destaque notícia ENDEMIAS REALIZA BLOQUEIO CONTRA A DENGUE EM BAIRROS DE ARAPORÃ

ENDEMIAS REALIZA BLOQUEIO CONTRA A DENGUE EM BAIRROS DE ARAPORÃ

 
A terça-feira (29) foi dia de muito trabalho para a equipe de combate à endemias da Vigilância Sanitária e Epidemiológica de Araporã. Com o objetivo de fechar as portas da cidade para a dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, agentes comunitários de endemias realizaram o serviço conhecido como bloqueio. Trata-se da aplicação de inseticida com bolsa costal (UBV leve) para eliminar o mosquito na fase adulta. A estratégia é pontual acontece quando há notificação e casos suspeitos de dengue. Os agentes atuaram no Conjunto Zequinha Cachoeira e no Centro.
Essa medida vem sendo adotada pela Vigilância Epidemiológica para evitar que Araporã seja infestada pelo mosquito e a população sofra com surtos de dengue, como tem acontecido em cidades próximos, inclusive com mortes suspeitas causadas pela doença.
Com base nas informações repassadas pela Secretaria da Saúde e da Vigilância Epidemiológica, os agentes realizam a aplicação do inseticida na quadra onde a suspeita foi notificada. Antes disso, os agentes percorrem quintais e terrenos para retirar todo material que possa acumular água e servir de criadouro para o vetor. Os moradores também são informados da situação e orientados a manter a vigilância, contribuindo assim para eliminar a água parada e a consequente proliferação do mosquito.
No entanto, o trabalho dos agentes não é tão fácil assim. Mesmo com as visitas constantes, é comum encontras situações que favoreçam a criação do aedes. Outra dificuldade enfrentada pelos agentes é a falta de acesso ao interior dos domicílios. Eles deparam com uma grande quantidade de casas fechadas e até mesmo moradores que não autorizam o acesso dos agentes, nem mesmo a aplicação do inseticida, ações vitais para garantir a saúde do morador e seus familiares.
Por isso, a prefeitura, a Secretaria da Saúde e a Vigilância Epidemiológica fazem um apelo para que a comunidade facilite o trabalho dos agentes de endemias, pois é a vigilância constante deles, aliada à contribuição da população que Araporã vai fechar as portas para dengue.
 
GECOM – Gerenciamento de Comunicação