Notícia

Imagem destaque notícia Governo sinaliza a liberação de R$ 1,3 mi para a Saúde de Araporã

Governo sinaliza a liberação de R$ 1,3 mi para a Saúde de Araporã

 Recurso será aplicado na melhoria do Hospital João Paulo II que vai ganhar até subestação de energia

Na semana passada o vice-prefeito e secretário da Saúde do município de Araporã, Roberto Wanderley do Nascimento esteve em Brasília em busca de recursos para investir na reestruturação e melhoria do Hospital Municipal João Paulo II. O secretário foi recebido pelo deputado federal Aelton Freitas (PR-MG) e pelo ministro da Saúde Ricardo José Magalhães Barros.

Na oportunidade, Roberto Wanderley protocolou no Ministério da Saúde o projeto de reformulação do Hospital João Paulo II e a solicitação de recursos do governo federal para execução da obra. O projeto consiste na implantação de uma subestação para atender a demanda de energia elétrica do hospital e da Central de Material e Esterilização (CME) cujos equipamentos estão parados por conta da energia que não suporta a sobrecarga. Também está no projeto a construção de uma nova cozinha, nova lavanderia, troca do telhado e do piso dos setores que não passaram por reforma e reordenamento do setor de enfermaria que vai ganhar novos leitos e até paisagismo na ala interna com o objetivo de melhorar a ventilação, iluminação e circulação.

Para implantar esse projeto o município solicitou junto ao governo federal recursos da ordem de R$ 1.390.000,00, além de oferecer a contrapartida de recursos próprios.

O secretário de Saúde saiu otimista da reunião com o ministro que se comprometeu a empenhar esforços junto ao governo federal para a liberação da verba necessária, garantindo que nos próximos dias o município poderá ter o que comemorar.

Para mostrar o compromisso do governo municipal com a área da saúde, o ministro Ricardo Barros recebeu do secretário da Saúde uma prestação de contas do que o município já aplicou na melhoria do hospital. Com recursos próprios, a atual administração reformulou, ampliou e melhorou a recepção da unidade hospitalar, implantou o Pronto Atendimento Infantil (PAI), ampliou a sala de descanso para motoristas, adquiriu equipamentos de suma importância como um novo gerador de energia, ultrassom, bisturi eletrônico e climatizou os quartos de enfermaria, dentre outros.

O ministro ficou impressionado com os investimentos e com o comprometimento da administração em oferecer à população saúde pública humanizada e com qualidade. “A atual administração não tem medido esforços para oferecer à população a saúde com a qualidade que ela merece. Depois de investir grande soma de recursos municipais para entregar à comunidade a primeira etapa do novo hospital, estamos agora buscando parceria com o governo federal para concluirmos a implantação total do hospital que sonhamos para Araporã. A prefeita Renata Borges é sensível à questão da saúde pública e não vai medir esforços para transformar a saúde do nosso município e oferecer ao nosso povo aquilo que ele merece”, disse Roberto Wanderley.

Para estar habilitado a receber recursos do Ministério da Saúde, era preciso que a Vigilância Sanitária aprovasse a obra de ampliação e reformulação do Hospital João Paulo II. Outro requisito era que o município tivesse a titularidade da estrutura física da unidade. Hoje o Hospital João Paulo II é patrimônio do povo araporense, pertence ao município está apto a pleitear e a receber recursos do governo federal.

 Cidade de Araporã

É pra você que a gente trabalha!