Notícia

Imagem destaque notícia Prefeita de Araporã participa de reunião em Belo Horizonte para implantação do SAMU Regional

Prefeita de Araporã participa de reunião em Belo Horizonte para implantação do SAMU Regional

Renata Borges cobra de governador agilidade no cálculo do VAF para reverter arrecadação do município que caiu mais de R$ 2 mi nesse ano

Na última terça-feira (03) a prefeita Renata Cristina Silva Borges e a secretária municipal da Saúde, Carla Ferreira de Oliveira Teixeira participaram em Belo Horizonte da reunião que aconteceu no Palácio da Liberdade com o governador Fernando Pimentel. O evento contou também com prefeitos da região Triângulo Norte. Na pauta da reunião esteve o funcionamento do SAMU Triângulo Norte, que segundo o governador, entrará em operação nos próximos 60 dias.

Com a implantação do SAMU Triângulo Norte, as cidades que integram o Consórcio Público Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião do Triângulo Norte terão atendimentos de alta complexidade, como pacientes cardíacos e de acidentes vasculares que serão atendidos pelo Hospital das Clínicas (UFU). Os atendimentos de média complexidade terão como base as cidades de Araguari, Ituiutaba, Monte Carmelo e Patrocínio. Serão atendidos pelo SAMU Triângulo Norte os municípios de Santa Vitória, Gurinhatã, Campina Verde, Prata, Ituiutaba, Capinópolis, Cachoeira Dourada, Araporã, Centralina, Canápolis, Monte Alegre de Minas, Tupaciguara, Araguari, Indianópolis, Estrela do Sul, Cascalho Rico, Grupiara, Abadia dos Dourados, Douradoquara, Coromandel, Monte Carmelo, Romaria, Iraí de Minas, Nova Ponte e Patrocínio.

Conforme a prefeita Renata Borges, “com essa tecnologia especializada ficará mais ágil nossas transferências de alta complexidade e estabilização de quadros de emergência”, reconheceu.

A prefeita de Araporã aproveitou a oportunidade para tratar com o governador sobre as dificuldades que o município de Araporã está passando devido a perda da arrecadação do Valor Agregado Fiscal (VAF). Ela solicitou ao governador que o Estado agilize o novo cálculo do índice do VAF. “Nós ganhamos na justiça essa nova contagem do VAF. Nossa perca este ano já está na casa de dois milhões e seiscentos mil reais, prejudicando os compromissos já assumidos e nos obrigando a sacrificar nossas finanças. O governador se comprometeu a me dar uma posição ainda nessa semana”, disse a prefeita.

A queda drástica na arrecadação levou a prefeita a pisar no freio e se a situação não mudar, o plano de investimentos e até o quadro funcional poderá ser revisto.

 Cidade de Araporã

É pra você que a gente trabalha!