Acesso Webmail
Notícia

Notícia


Imagem destaque notícia SETEMBRO AMARELO CHAMA ATENÇÃO PARA PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

SETEMBRO AMARELO CHAMA ATENÇÃO PARA PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

25/09/2018 - 08:27 Saúde

Setembro é o mês mundial de prevenção do suicídio, chamado também de Setembro Amarelo. O assunto que já foi um tabu muito maior, ainda enfrenta grandes dificuldades na identificação de sinais, oferta e busca por ajuda, justamente pelos preconceitos e falta de informação. E com o objetivo de discutir o assunto com a comunidade, a Secretaria da Saúde e Atenção Básica da Saúde, por meio do Grupo de Psicologia (Saúde Mental) estão promovendo nesse mês uma série de ações e atividades. A programação traz como tema central “Prevenção ao Suicídio”.
No dia 18 foi realizada na Câmara Municipal uma “Mesa Redonda” com informações científicas e estatística tendo o suicídio como pauta. A abertura do evento contou com a presença da secretária da Saúde, Carla Ferreira de Oliveira Teixeira, dos secretários João Carlo Pântano (IMPA) e Cristiane Maria da Silva (Educação e Cultura) e do vereador Sebastião Claudenísio da Silva “Biro Biro”. Participaram também médicos dos PSFS, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, dentre outros servidores. 
Na oportunidade, todos os psicólogos da rede municipal (saúde, assistência social e educação) participaram da mesa redonda que apresentou vários debates e discussões com os diferentes segmentos da sociedade. 
Um dos principais assuntos discutidos pela equipe foi a meta do Plano de Saúde Mental, da Organização Mundial da Saúde (OMS), que planeja reduzir até 2020 em 10% a mortalidade por suicídio no Brasil.Para conseguir esse objetivo, o plano leva em consideração os estudos que apontam que 90% dos suicídios podem ser prevenidos, já que oito em cada dez pessoas que cometem suicídio apresenta algum sinal explícito ou implícito. 
Mas como ajudar? “Estar atento a esses sinais é uma demonstração de amor e cuidado para com aqueles que nos cercam”, explicou Maiara Duarte psicóloga da Secretaria da Ação Social/CRAS que trabalha com o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).
Durante o evento, o suicídio foi abordado de todas as formas e em todas as faixas etárias e condição social. Os distúrbios psicológicos ou desvios comportamentais (como o ato de cortar ou mutilar o próprio corpo, frequentemente registrado em adolescentes), questões sociais, uso de drogas e álcool, depressão, abandono, fator hereditário, foram questões apresentadas pela equipe que podem acender o sinal de alerta.
Já na quarta-feira (19) aconteceu palestra que teve como “O uso abusivo de álcool e droga e a dependência química”. A palestra que aconteceu também no plenário da Câmara Municipal foi conduzida pelo psicólogo Paulo Henrique Macedo Costa. O evento registrou a presença da secretária da Saúde, Carla Ferreira de Oliveira Teixeira, também médicos dos PSFS, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, dentre outros servidores. 
As atividades do mês serão encerradas coma caminhada “Setembro Amarelo” que vai acontecer no dia 28 (sexta-feira), a partir das 7h30. A concentração será na Praça Waldomira Neves Ferreira de onde sairá parar percorrer várias ruas da cidade chamando a atenção da comunidade para a importância da prevenção ao suicídio e mostrando que o cuidado e o carinho podem fazer toda a diferença para ajudar a quem se ama. Toda a comunidade pode participar e contribuir somando foças enssa grande cruzada social em favor da vida.

GECOM – GERENCIAMENTO DE COMUNICAÇÃO

 

Últimas notícias