Notícia

Imagem destaque notícia Usina de Santa Luzia, patrimônio da Cemig que faz parte da história de Araporã

Usina de Santa Luzia, patrimônio da Cemig que faz parte da história de Araporã

Pouca gente sabe, mas Araporã abriga duas usinas hidrelétricas em seu território. Uma delas, a Santa Luzia, está instalada na região do Salto, na margem direita do Rio Piedade, na divisa com Centralina

Equipe da Sedetur (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Comunicação) liderada pelo secretário Eduardo Ribeiro Borges visitou na manhã de quarta-feira (17), a Usina de Santa Luzia, neste município, na região do Salto, no Rio Piedade, divisa com o município de Centralina.

Por sugestão do supervisor de Turismo Brasilaves Borges, o secretário foi conhecer a usina objetivando contatos posteriores, considerando o potencial turístico existente no local. A equipe foi recepcionada pelo engenheiro Danilo Moreira, especialmente enviado ao local pelo gerente Luis Eduardo Ribeiro Rosa, da Gerência de Manutenção de Ativos de Geração Triângulo Diretoria de Geração e Transmissão da CEMIG Geração e Transmissão S/A, mediante solicitação da Sedetur.

Segundo Eduardo Borges, na sequência, serão mantidos contatos com a Cemig em Uberlândia com a finalidade de obter daquela estatal permissão para a elaboração, por parte da Prefeitura de Araporã, de um projeto visando a adequação de áreas da usina, no sentido de permitir a visita agendada de turistas.

Perguntado sobre a origem de recursos, o secretário disse que “estamos nos capacitando junto ao governo do estado e junto ao governo federal visando obter recursos para a realização de obras como esta que são fundamentais para o desenvolvimento do turismo em nosso município. Tudo vai depender de uma boa acolhida que esperamos encontrar na Cemig”, finaliza Eduardo Borges.

Instalada na década de 1940 pelo empreendedor Alaor Ribeiro com o nome de Companhia de Força e Luz de Centralina, a usina funcionou durante mais de uma década permanecendo inativa até 1992 quando, adquirida pela Cemig, voltou a funcionar com uma capacidade total de 704KW, estando hoje limitada a 400KW. Momentaneamente inoperante, a Santa Luzia está em processo de restauração de uma das duas unidades geradoras para daqui alguns meses retomar a capacidade total existente.

Trata-se de um ativo de grande importância histórica no município de Araporã pouco conhecido da população e que encerra grande potencial turístico.

 Cidade de Araporã

É pra você que a gente trabalha!